Construção de um mundo sustentável também é tarefa das escolas

IMG_0403

Por Juliane Oliveira

“O mundo enfrenta uma crise ambiental sem precedentes na História. Essa crise tem nossa digital. É causada por nosso comportamento e nossos hábitos de consumo. Somos parte do problema e precisamos ser parte da solução”, destacou André Trigueiro, editor-chefe do programa Cidades e Soluções e comentarista do Estúdio I, ambos da GloboNews, durante sua palestra no 12º Congresso Rio de Educação.

O jornalista alertou sobre a importância de a escola fazer o seu papel na construção de um mundo sustentável. Para ele, nunca foi tão importante debater entre as instituições de ensino para que serve o conhecimento, uma vez que os alunos acessam uma enxurrada de fake news facilmente. O analfabetismo ambiental ameaça a resiliência dos biomas e ecossistemas e, por extensão, à saúde. Por este motivo, não é mais possível ignorar a urgência de um novo modelo de educação que revele a importância de corrigir hábitos, comportamentos e padrões de consumo.

“Num mundo onde há tanta miséria, pobreza e exclusão, ostentar é algo deplorável. Precisamos entender o consumo como um ato político e ensinar educação para o consumo. Tudo que compramos tem uma história por trás. É preciso trazer para aos alunos a reflexão de quantos planetas são necessários para sustentar o estilo de vida que eles querem levar”, alerta o jornalista.

Um novo padrão de consciência está emergindo entre as crianças e adolescentes. Uma boa parcela se preocupa, por exemplo, em não ter um automóvel, mas sim em andar de bicicleta e patinete, que não são poluentes. Outros não querem comer carne, porque se preocupam com a história por trás da carne. “Temos uma nova consciência emergindo. O mercado percebeu isso e já está atacando. Mas as escolas perceberam isso? O que estão fazendo para garantir esse novo olhar do século XXI?”, refletiu.

Segundo Trigueiro, não é o Brasil que experimenta uma crise ambiental, mas o mundo. A ressonância da destruição é maior no Brasil pela ordem de grandeza que o país tem em biodiversidade. Muitas instituições de ensino têm preocupação ambiental superficial e isso requer uma mudança de cultura. “Temos uma obrigação moral com as crianças e adolescentes. Esse é o momento da História que a educação tem muito a contribuir para evitar o colapso. Única coisa que o Brasil pode ser líder é na sustentabilidade, mas isso requer uma escola atenta aos conteúdos pedagógicos que passa a seus alunos. Precisamos trazer o verdadeiro significado do meio ambiente para dentro da sala de aula”, explicou o jornalista.

Assista o vídeo completo da palestra de André Trigueiro:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: